Militar com AIDS é reintegrada ao exército

A militar foi diagnosticada com Síndrome da Imunodeficiência Adquirida – SIDA/AIDS após 7 anos nas Forças Armadas. Desde então, ela vinha realizando o tratamento médico por meio do plano de saúde FUSEX. No entanto teve seu pedido de prorrogação de tempo de serviço negado e por isso ela buscou na justiça o direito de ser reintegrada.

Dr. Paulo Pegolo, advogado que defendeu o caso explica que os militares costumam sofrer injustiças que acabam desligando-os das corporações, dessa forma, se for constatado alguma ilegalidade no ato, é possível buscar a reintegração. Saiba mais sobre o assunto neste artigo: https://henriquelima.com.br/area/reintegracao-de-militares-forcas-armadas/

Vamos conversar sobre seu caso?

Preencha o formulário para que alguém da nossa equipe possa entrar em contato com você.

Fale com nossa equipe
Fale conosco